A declaração de confidencialidade

, Author

Fonte: Bercy info

Quando o ano contabilístico termina no fim do ano civil, as contas anuais devem ser apresentadas o mais tardar até 31 de Julho seguinte, ou 31 de Agosto se forem apresentadas através da Internet.

É possível, no entanto, solicitar que as contas não sejam publicadas.

Neste ficheiro veremos vários pontos relativos ao arquivamento do ficheiro e à declaração de confidencialidade.

Os documentos a arquivar

Estes são: as contas anuais, ou seja, o balanço, a conta de ganhos e perdas e o anexo contabilístico; mais possivelmente as contas consolidadas, o relatório sobre a gestão do grupo, os relatórios dos auditores sobre as contas anuais e as contas consolidadas, com as suas observações sobre as alterações feitas pela assembleia ou pelo único accionista às contas anuais que foram apresentadas;

Estes documentos podem ser arquivados em originais ou fotocópias. Neste último caso, será necessário que sejam certificados como verdadeiros em relação ao original pelo gestor.

No que diz respeito ao balanço e à conta de ganhos e perdas, não é necessário que sejam certificados por um contabilista ajuramentado, desde que sejam feitos de acordo com os requisitos do Código Comercial.

As empresas que declaram lucros industriais e comerciais podem apresentar fotocópias da sua declaração anual de rendimentos.

As empresas que declaram os BCN não podem apresentar uma cópia da sua declaração n.º 2035 porque o balanço não é efectuado de acordo com os requisitos do Código Comercial.

No que respeita à acta da assembleia geral, basta um extracto mencionando a proposta e a decisão de atribuir o resultado.

A declaração de confidencialidade pode ser anexada a estes documentos.

A declaração de confidencialidade

Para este efeito, as empresas em causa devem anexar o seguinte documento às suas contas anuais:

-Concernando as microempresas o apêndice contabilístico não deve ser arquivado. As microempresas são empresas para as quais dois dos três limiares seguintes não são ultrapassados:

Total do balanço: 350.000 euros; Volume de negócios: 700.000 euros; Número médio de empregados: 10,

Declaração de modelo

Declaração de confidencialidade para contas anuais MICRO-ENTREPRISE Artigo R. 123-111-1 do Código Comercial Apêndice 1-5 do Artigo A. 123-61-1 do Código Comercial 1. Declarante (1) Nome ou razão social da pessoa colectiva: ……………………………………………………. ………………………………………………………………………………………………………………………. Registado no RCS, número: ………………………………………………………………………………….. Identidade e capacidade do representante legal que assina: ………………………………………………………….. ………………………………………………………………………………………………………………………. 2. Objectivo da declaração Declara que as contas anuais relativas ao exercício financeiro que termina em ……………………………………. e que se encontram arquivadas no anexo ao registo comercial e das sociedades não serão tornadas públicas nos termos do artigo L. 232-25 do Código Comercial e do primeiro parágrafo do artigo L. 524-6-6 do Código da Pesca Rural e Marítima. 3. Compromisso do declarante O abaixo assinado certifica por sua honra que as informações contidas na presente declaração são exactas e que a empresa acima referida corresponde à definição de microempresa na acepção do artigo L. 123-16-1 do Código Comercial Francês, não é mencionada no artigo L. 123-16-2 e não gere títulos de capital e valores mobiliários. Qualquer falsa declaração de confidencialidade das contas anuais constitui uma falsificação e utilização de falsificações puníveis com as multas e prisão previstas nos artigos 441-1 e seguintes do Código Penal francês. Feito em 13 de Janeiro de 14 de Janeiro de 13 de Janeiro de 14 Assinatura: ________________ (1) Informação tal como consta no RCS

Além disso, esta possibilidade é alargada às empresas que correspondem à definição de pequenas empresas, mas apenas em parte porque, para elas, apenas a conta de ganhos e perdas pode ser mantida em segredo (não o balanço ou o apêndice contabilístico).

-Conseqüentemente, as pequenas empresas podem apresentar contas anuais simplificadas e o apêndice contabilístico. Trata-se de empresas que, para o último exercício financeiro encerrado e numa base anual, não excedem dois dos três limiares seguintes (novos limiares estabelecidos pelo Decreto n.º 2019-539 de 29 de Maio de 2019): 6 milhões de euros no activo total, 12 milhões de euros no volume de negócios líquido e 50 empregados.

Modelo de declaração de confidencialidade para uma pequena empresa

Declaração de confidencialidade para contas anuais Artigo R. 123-111-1 do Código Comercial Anexo 1-5-1 do Artigo A. 123-61-1 do Código Comercial 1. Declarante (1) Nome ou razão social da pessoa colectiva: ……………………………………………………. ………………………………………………………………………………………………………………………. Registado no RCS, número: ………………………………………………………………………………….. Identidade e capacidade do representante legal que assina: ………………………………………………………….. ………………………………………………………………………………………………………………………. 2. Objectivo da declaração Solicitar que a declaração de rendimentos para o exercício financeiro que termina em ……………………………………. separado dos outros documentos contabilísticos, e que está arquivado no anexo ao registo comercial e das sociedades, não será tornado público nos termos do segundo parágrafo do artigo L. 232-25 do Código Comercial Francês e do segundo parágrafo do artigo L. 524-6-6 do Código da Pesca Rural e Marítima Francesa. 3. Compromisso do declarante O abaixo assinado certifica pela presente que as informações contidas na presente declaração são exactas e que a empresa acima referida corresponde à definição de pequena empresa na acepção do artigo L. 123-16 do Código Comercial, não é mencionada no artigo L. 123-16-2 e não pertence a um grupo na acepção do artigo L. 233-16 do Código Comercial ou do artigo L. 524-6-1 do Código da Pesca Rural e Marítima. Qualquer falsa declaração de confidencialidade da conta de ganhos e perdas constitui uma falsificação e utilização de falsificações puníveis com as multas e prisão previstas nos artigos 441-1 e seguintes do Código Penal francês. Feito em …………………………………………….. em …………………………………………… Assinatura: ________________ (1) Informação tal como consta no RCS.

Empresas que não se enquadram no âmbito da declaração de confidencialidade

Estas são empresas cuja actividade consiste em gerir acções e títulos, instituições de crédito, empresas financeiras, instituições de pagamento e instituições de dinheiro electrónico, empresas de seguros e resseguros, instituições de previdência e mútuas de seguros, pessoas e entidades cujos títulos financeiros são admitidos à negociação num mercado regulamentado, pessoas e entidades que apelam à generosidade pública, empresas que pertencem a um grupo, na acepção do artigo L. 233-16 do Código Comercial.

Correcção: um grupo de empresas é uma entidade económica formada por duas ou mais empresas que são ou empresas controladas pela mesma empresa, ou essa empresa controladora.

O custo de arquivamento

É de 44,54 euros (ou 45,73 euros se arquivamento pelo correio).

P>O arquivamento pela Internet é possível em www.i-greffes.fr.

Não cumprimento da formalidade de apresentação de contas anuais

Consequência: o Gestor está sujeito a uma multa pessoal de 1.500 euros, ou 3.000 euros em caso de reincidência é o que o Artigo R.247-3 do Código Comercial.

O Presidente do Tribunal de Comércio pode emitir uma ordem exigindo ao Gestor que apresente as contas, eventualmente acompanhada de uma sanção financeira, para que a situação seja regularizada no prazo de um mês após a sua notificação.

Se a injunção não for cumprida, pode pedir aos revisores oficiais de contas, aos empregados da empresa, e às administrações públicas como a Urssaf ou a administração fiscal, todas as informações que lhe permitam ter informações sobre a situação económica e financeira da empresa, isto é Arte. L.611-2 do Código Comercial que diz o seguinte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *