Câncer colorrectal: duas a três chávenas de café por dia reduziriam o risco de morte

, Author

Estudos epidemiológicos já demonstraram que um maior consumo de café está associado a uma melhor sobrevivência em doentes com cancro colorrectal de fase 3.

Mas e as formas mais avançadas, para doentes com formas metastáticas da doença?

Ao observar os hábitos alimentares dos pacientes com cancro colorrectal metastático tratados com quimioterapia, os investigadores americanos do instituto do cancro Dana Farber em Boston, observaram que os participantes que bebiam duas a três chávenas de café por dia tinham um risco reduzido de morte e de progressão da doença em comparação com os que não o faziam.

E aqueles que beberam mais de quatro apresentaram resultados ainda melhores.

“Sabemos que vários compostos no café têm propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e outras propriedades que podem ser activas contra o cancro”, observam os autores.

Que, embora admitam que é prematuro recomendar um elevado consumo de café como potencial tratamento para o cancro colorrectal, ainda sugerem que “esta bebida não é prejudicial e poderia ser benéfica”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *