U.S. Jail Bans Reading Anything But The Bible

, Author

WASHINGTON – O Departamento de Justiça dos EUA iniciou uma acção legal contra um xerife da Carolina do Sul acusado de proibir os reclusos numa prisão de lerem tudo menos a Bíblia.

De acordo com a queixa do departamento, apresentada esta semana num tribunal de Charleston, S.C., o gabinete do Xerife H. Wayne DeWitt nega rotineiramente pedidos de prisioneiros para receber jornais, revistas ou mesmo cursos por correspondência.

“O único livro, revista, jornal ou publicação religiosa” que o Centro de Detenção do Condado de Berkeley permite “é a Bíblia”, afirma a queixa.

Embora o texto sagrado seja oferecido gratuitamente aos reclusos, outras religiões não têm tanta consideração: a um judeu que pediu a Torah e a dois muçulmanos o Corão foi dito que os livros tinham de lhes ser entregues em mão por membros da família.

L'Express Abo'Express Abo
div>>oferta de Verão: aproveite a oferta especial de 2 meses por 1 euro
Eu subscrevo

De acordo com a queixa, a namorada de um dos muçulmanos tentou fazer isto, mas o Alcorão nunca chegou ao seu destinatário.

O Departamento de Justiça diz que as práticas violam a Primeira Emenda da Constituição, que garante a liberdade de religião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *